Trabalho

Embora, o trabalho seja um direito social, a geração de emprego e renda é um dos grandes desafios na maioria das cidades. E em Cataguases não é diferente. O desemprego é apontado pelos moradores como um dos maiores problemas da cidade somados a agravantes como baixa remuneração e pouca valorização da qualificação de mão de obra. E nada tem a ver com a atual crise econômica. Trata-se de uma questão considerada perene.

Comercio

Para a população, “Cataguases parou no tempo”. Empresas encerraram suas atividades ou migraram para outras cidades. Novos empreendimentos não chegam à cidade. Essa retratação econômica é entendida como consequência da fragmentação política.

Com isso, o parque industrial de Cataguases se diversificou ao longo dos anos; o têxtil perdeu o protagonismo econômico e a indústria deixou de ser a atividade preponderante. Hoje o setor econômico mais proeminente é o comércio, quem mais emprega, abrangendo inclusive os municípios vizinhos.

Atualmente, a prefeitura é a maior empregadora do município com mais de 2 mil funcionários. A qualificação e a baixa remuneração também são questionadas. Outro questionamento é, muitas vezes, a necessidade de buscar oportunidade em outras cidades.

Existem ainda grandes preocupações em relação ao primeiro emprego e em relação à vocação econômica do município e a atratividade local. A sensação de potencial e necessidade de crescer e modernizar é coletiva. Frequentemente o caminho apontado é atrair grandes indústrias, por meio de estímulos como doações de terreno e incentivos fiscais. A prefeitura hoje não tem terrenos, mas tem vontade de ampliar o distrito industrial.

Necessidades apontadas na pesquisa
  • Diversificar a capacidade econômica da região para geração de emprego e renda.
  • Conhecer a capacidade de investimento e engajamento social de Cataguases.
  • Parcerias locais em escolas de formação profissional e de ensino superior.

Para acessar o material sobre Trabalho, clique aqui.

E se quiser conhecer o material completo da Fundação Dom Cabral, acesse aqui.